Diminuir texto Ampliar texto

NÃO NEGOCIE SUA VIDA DE ORAÇÃO

por Carla Kirilos
 
12 de janeiro de 2018
 

A história de Daniel na cova dos leões (Dn 6) é por certo uma das mais conhecidas da Bíblia e, para quem confia nos milagres de Deus, uma das mais impressionantes.

Daniel, por dádiva Divina, (Dn 6:3-4) destacou-se entre todos de tal forma que o rei teve vontade de colocá-lo como superior sobre todo o reino. Isso despertou a ira e a inveja dos demais presidentes e governadores, que procuravam de alguma forma derrubar Daniel. Como não conseguiram acusá-lo em nada, eles tramaram um plano contra Daniel. Eles propuseram que o rei firmasse um novo decreto. Esse decreto proibia que qualquer pessoa, no período de trinta dias, fizesse qualquer petição a outro homem ou a algum deus a não ser ao próprio rei. Quem desobedecesse deveria ser lançado na cova dos leões.

Daniel enfrentou um teste de lealdade para com a lei de Deus. A questão envolvida era: ADORAÇÃO A DEUS. Daniel soube do decreto, mas não se acovardou. A sua convicção não era circunstancial. Era a sua vida!

Escolher não abrir mão de Deus, levou Daniel à cova dos leões. Bastava ele abrir mão da oração por trinta dias, ou então orar sem que ninguém soubesse durante este período e estaria livre. Mas Daniel não quis! A sua vida de oração era inegociável. Isto o surpreende?

Nós nem precisamos estar diante da morte para muitas e muitas vezes desistir da oração. Não é preciso acontecer conosco como aconteceu a Daniel. O sono, a falta de tempo, o cansaço ou até mesmo a preguiça são suficientes. Deixamos nossa prática da oração por nada e com muita facilidade. A falta de fé e de perseverança afeta, infelizmente, de forma profunda muitos dos cristãos dos nossos dias. Uma temeridade!

Diante da história de Daniel nós, diariamente, ao sermos confrontados pelo mundanismo, pelas dificuldades, pelo pecado e pelo inimigo devemos ter a mesma disposição e convicção dele. Devemos ter em mente que o nosso Deus é Soberano e Senhor sobre todas as coisas. Daniel não abriu mão de Deus e Deus não abriu mão de Daniel. É Ele quem livra e salva; faz sinais e maravilhas nos céus e na terra. Experimente viver nesta certeza.