Uma questão de ponto de vista
8 de janeiro de 2017
10-3
Uma questão de ponto de vista
8 de janeiro de 2017
Por: Pedro Alexandrino

“Nenhuma tentação, nenhum teste que surge no caminho de vocês é maior que o enfrentado por outros. Tudo o que vocês precisam lembrar é que Deus não deixará que fracassem. Ele nunca permitirá que sejam pressionados além do limite, mas estará sempre com vocês para ajuda-los a vencer a tentação.” I Coríntios 10:13 – A Mensagem.

Por melhor que seja a vida, todos, sem exceção, enfrentam dificuldades em algum momento. Dificuldades essas que se apresentam de diversas formas: financeiras, familiares, na carreira ou mesmo conjugal. Os mais incríveis personagens bíblicos enfrentaram diversos problemas. José foi vendido pelos irmãos, virou escravo e foi preso injustamente. Jó perdeu, da noite para o dia, tudo o que possuía. E Davi foi perseguido por Saul durante anos, sendo obrigado a fugir pelo deserto.

A diferença entre as pessoas está na forma como cada um enxerga sua situação. Uns enfrentam problemas pensando que são os únicos que passam por momentos complicados. Outros pensam que Deus não é justo. Outros ainda pensam que estão “pagando seus pecados”. Mas, acima de qualquer um desses pensamentos, a Bíblia nos ensina duas rápidas lições: a primeira é que nada, absolutamente nada de ruim acontece conosco que não possamos suportar. Deus permitiu toda aquela tragédia repentina com Jó, pois sabia que ele conseguiria lidar com aquilo. E a segunda lição pode ser aprendida com o apóstolo Paulo, na carta aos Romanos, capítulo 5:3-5, versão A Mensagem, quando diz que “…ainda há muito mais. Continuamos a expressar nosso louvor, ainda que estejamos cheios de problemas, por que sabemos que os problemas podem desenvolver em nós paciência e como a paciência, por sua vez, forja o aço temperado da virtude, mantendo-nos atentos quanto ao que Deus pretende fazer; desse modo, passamos a ter esperança. Com essa expectativa, jamais nos sentiremos enganados. A verdade é que nem temos como reunir todas as vasilhas necessárias para encher com tudo que Deus generosamente derrama sobre a nossa vida, por meio do Espírito Santo.”

Sendo assim, seja grato a Deus pelo que você possui. E diante das dificuldades, lembre-se que Deus está com você, providenciando tudo o que for necessário para atravessar esse período, forjando o seu caráter e ensinando-o a ser um discípulo cada vez mais parecido com Ele. Como diz o velho ditado, “o deserto é a escola de Deus para as nossas vidas”.

Que Jesus o abençoe,

Pedro Alexandrino
Professor do CCM

/comentários