Diminuir texto Ampliar texto

ESCOLINHA DA VILA ESTRELA – QUANDO A OUSADIA TRANSFORMA VIDAS

 
28 de dezembro de 2015
 

Há 36 anos, cinco moças se atreveram a sonhar e, a partir deste sonho, vidas tem sido transformadas.  Delka, Salete, Neusa, Susan e Dodora faziam trabalho de assistência social no bairro Vista Alegre, e perceberam que muitas crianças ficavam sozinhas em casa, para que as mães pudessem trabalhar.

Percebendo os riscos que as crianças corriam, com muita dificuldade, criaram a EEEI – Escolinha Evangélica de Educação Infantil, voltada para a educação cristã e que atende, em período integral, crianças até 5 anos,  além de realizar um trabalho de socialização através de oficinas e projetos culturais, e reforço escolar com crianças e adolescentes a partir de seis anos.

Na Vila Estrela, além dos problemas comuns de uma população carente, o desafio implicava em usar a educação para manter as crianças longe da marginalidade, levando-as, juntamente com suas famílias, a conhecer e a vivenciar a plenitude do evangelho.

Em 1989, a Igreja Batista Central abraçou o projeto, tornando-se mantenedora da escolinha, que se transferiu para a Vila Estrela. A Escolinha hoje é uma creche conveniada com a prefeitura de BH e atende cerca de 150 alunos, de 1 a 16 anos, que se encontram inseridos em dois projetos distintos:

  • Educação Infantil, em horário integral, para crianças de 1 e 5 anos. .
  • Socioeducativo, em horário parcial, para crianças e adolescentes de 6 e 16 anos. Neste são desenvolvidas atividades como: apoio aos lares, recreações, oficinas de artes, educação física, percussão, coral, educação religiosa, passeios, teatro e de biblioteca.

Acima de tudo, um ministério

Das cinco mulheres que iniciaram o projeto, ficaram Delka, Diretora da instituição e Neusa, contadora. Em 2011, Lili Pinheiro, assumiu a Coordenação Pedagógica. Ela considera seu trabalho como um ministério, uma missão para a qual Deus a tem capacitado cumprir: “Todos os dias Deus me dá provas que este é o lugar que ele preparou para eu estar. Antes de aceitar este desafio, orei muito e Deus falou que me honraria e me coroaria neste lugar”. E Ele vem cumprindo essa promessa. O trabalho pedagógico na escolinha avança de forma expressiva. Sob a direção de Deus, Lili incentiva o corpo docente a ter voz ativa no projeto e as profissionais têm evoluído potencialmente.

Tanto Delka quanto Lili tiveram momentos de dúvidas e inquietação em seguir este caminho. Mas ambas buscaram em Deus e optaram por obedecer ao chamado Dele, e se sentem recompensadas pela decisão.

Um novo tempo

O projeto social Central na Vila veio para agregar. Através dele as atividades recreativas, sociais e profissionalizantes são trabalhadas de forma permanente, servindo as crianças e famílias da Vila Estrela e aglomerados do Santa Lúcia. As atividades socializantes foram intensificadas através dos programas: ficina na Vila (aulas de Artes, Informática, Jiu-Jitsu, Dança Urbana, Ballet etc), Beleza na Vila (Studio-escola voltado para pessoas que gostariam de trabalhar no segmento de estética e beleza) e Sinfônica na Vila (conhecimentos teóricos, práticos, e técnicas musicais).

As portas do Central na Vila estão abertas para os que querem servir. E há muito trabalho a ser feito.  Doe. Doe seu tempo, doe seu dom, doe amor. Contribuições financeiras também são bem vindas. Além disso, neste Natal você pode abençoar as crianças presenteando-as com um brinquedo. Pegue uma cartinha feita pelas crianças em uma das unidades da Central e entregue o seu presente até o dia 10/12. Conheça mais sobre o projeto Central na Vila, clique aqui

 

 

Comentar