Diminuir texto Ampliar texto

Um novo tempo para a Central de Capim Branco

 
14 de setembro de 2016
 

Por: Thalita Daher

No domingo (14/8), a Igreja Batista Central de Belo Horizonte aprovou em assembleia extraordinária a emancipação de sua congregação no município de Capim Branco, em Minas Gerais. Na ocasião, foi aprovada também a doação dos bens móveis e de três bens imóveis, sendo eles dois lotes e o terreno onde hoje está construído o prédio onde são realizadas as principais atividades da igreja. Também será transferido o saldo financeiro da congregação para que a partir de agora ela possa administrá-lo. Com a aprovação do novo estatuto e do conselho diretor, a igreja passa a ter autonomia jurídica, deixando de ser Igreja Batista Central de Belo Horizonte em Capim Branco e passando a ser Igreja Batista Central de Capim Branco.

/var/www/ibcbh/current/public/site/wp content/uploads/2016/09/06171322

Pr. Sebastião Santos recebe a benção da liderança da IBCBH

O trabalho iniciado no final da década de 60, decorrente do sonho de um dos membros da igreja que ansiava pela conversão da sua família em Capim Branco, resultou na implantação de mais uma igreja em Minas. Após alguns trabalhos evangelísticos na praça e de casa em casa, o número de convertidos cresceu, levando a igreja a comprar um terreno e a construir um lugar para suas reuniões. A congregação cresceu ainda mais e transformou-se em uma igreja associada à Central e dirigida pelo pastor Sebastião Santos, que lidera a igreja há 18 anos. Agora, a unidade vive um novo tempo e se torna oficialmente uma igreja independente da Central de Belo Horizonte.

O pastor Paulo Mazoni, presidente da Igreja Batista Central de Belo Horizonte, explica o sentimento pós-emancipação: “É como o que sentimos por um filho (a) que alcançou a maturidade e agora sai de casa. Nós continuamos amando e desejando que ele cresça em influência na cidade de Capim Branco”.

Para o pastor Sebastião que dará continuidade à sua missão em Capim Branco fica a gratidão por tudo que foi compartilhado ao longo dos anos e o desejo de avançar neste novo momento: “Vamos continuar o trabalho como igreja em Células, queremos expandir o nosso espaço e multiplicar o que já realizamos com as cerca de 80 Células que temos atualmente. E mesmo com a emancipação queremos continuar contando com o apoio espiritual dos pastores da Central BH que são muito abençoados”.

Nesta quarta-feira (14/9), a liderança da Central promoveu uma homenagem ao pastor Sebastião Santos, abençoando essa nova etapa do seu ministério e da Central de Capim Branco.

/var/www/ibcbh/current/public/site/wp content/uploads/2016/09/06171334

 

Comentar